O Capoto Arde

   
       
   
   

Isolamento Térmico Exterior

A necessidade de cumprir a legislação actual, em matéria de isolamento térmico dos edifícios, tem vindo a potenciar o uso de diversos métodos de fachadas. Assim, entre os sistema Etics (Capoto), o material isolante mais utilizado é o EPS100 (Poliestireno Expandido). O isolamento é aplicado pelo exterior com recurso a fixações mecânicas (Buchas de pvc). No passo seguinte faz-se a colagem e regularização (Cimentícios), que incluem uma rede de fibra de vidro embebida.

Comportamento Perante os Incêndios

Estranhamente não são conhecidos grandes estudos tendentes a provar o comportamento destes sistemas, face a eventuais incêndios. Apesar disso, é conhecido um ensaio realizado em França, no ano de 2014, onde se concluiu que o sistema Etics baseado nas placas EPS (Esferovite) até tem um comportamento aceitável. Não obstante, implica determinados cuidados técnicos  para evitar que o fogo vindo do interior dos edifícios chegue ao EPS. Se for o caso, o capoto arde.

Precauções para Protecção do Capoto

O capoto arde, e isso como se percebe tem consequências mais graves quando se trata de um prédio. No caso das vivendas é menos graves Todavia, há solução e por isso deve ser implementada. Assim, existe uma recomendaçãodisponível no documento francês ” Protection contre l’incendie des façades béton ou maçonnerie revêtues de systémes d’isolation thermique extérieure par enduit sur polystyréne expansé (ETICS-PSE)2). Trata-se de colocar bandas de protecção em lã mineral (Lã de Rocha 035, Sistema Fassatherm). Também deve ser considerada uma faixa de cerca de 2ocm em todo o perímetro das placas EPS (EPS 036, Sistema Fassatherm), bem como na base de cada piso, em substituição do poliestireno (EPS).

 

Partilhe esta mensagem

Leave A Reply

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.